Gatilhos Mentais: o que são e como utilizá-los para alavancar seus negócios

Esta estratégia é o segredo de faturamento dos maiores produtores digitais. Descubra agora como gatilhos mentais funcionam!

Você já parou pra pensar na quantidade de decisões que toma por dia? São literalmente milhares de decisões diariamente, mas não percebemos. E aqui estamos falando de absolutamente tudo: o que comer, vestir, com quem conversar primeiro, etc.

E, dentre estas decisões, muitas são automáticas: você não pensa se vai ou não vai piscar, se vai ou não mover sua perna para andar. Ou seja, já existem padrões estabelecidos pelo seu cérebro, pra facilitar a sua vida.

Quanto mais tempo vivemos, mais padrões tendemos a criar para viver de forma mais fácil e simples.

Para evitar um certo “esgotamento”, nosso cérebro toma diversas decisões em modo “piloto automático”.

E é aí que entram os gatilhos mentais. Justamente nesse cenário de tomada de decisão.

Você sabe o que eles significam? Confira agora.

 

O que são gatilhos mentais

Gatilhos mentais são um meio de facilitar as tomadas de decisão que o cérebro é submetido ao longo do dia, para que ele não se esgote, conforme citamos acima.

Toda vez que tomamos uma decisão sem precisar pensar muito a respeito dela, estamos, de certa forma, ativando um gatilho mental.

É uma espécie de “piloto automático” que facilita nossas escolhas, filtrando as decisões que precisam de mais atenção das que são mais simples de serem tomadas.

Você deve estar se perguntando: como posso aplicar isso em meu negócio?

Para conseguir engajamento da sua audiência em torno da sua marca ou produto, os gatilhos mentais são essenciais.

Todas as escolhas que tomamos são inconscientes no primeiro plano. Nosso cérebro pensa com a emoção e valida com a razão logo em seguida.

Além disso, as decisões são tomadas por nós por dois motivos básicos: fugir da dor e buscar o prazer.

O seu produto deve ter como promessa tratar de uma destas questões, para que a assimilação por parte do cliente seja feita de forma simples e rápida.

Quando feito de forma correta, o uso de gatilhos mentais estimula as emoções corretas, de forma a conectar o cliente ao seu produto.

E não para por aí.

Além de conectar a audiência, você também consegue eliminar possíveis objeções que o lado racional do cliente pode trazer, inconscientemente.

Quando e como utilizar os gatilhos mentais

Agora que você já entendeu o que são os gatilhos mentais, está na hora de entender como utilizá-los na prática.

São inúmeras as opções para utilizar esta estratégia, mas você verá agora as que são mais eficazes.

Leia esta seção com muita atenção, pois, aplicando esta técnica corretamente você aumenta suas chances de vender mais.

 

Página de vendas

Esta é a vitrine ideal para seu produto. Nela você pode colocar todos os benefícios e a promessa de transformação que seu produto carrega.

Num funil de vendas, é uma das etapas mais importantes pois, quem chega até ela, normalmente já passou pelas outras fases do funil e possui intenção de comprar.  

Aqui você “vende o peixe” de maneira mais intensa, especialmente matando objeções que possam aparecer.

Crie uma página de vendas persuasiva e venda mais.

Landing Pages

Estas são as famosas páginas de captura. Nelas você oferece algo ao seu cliente em troca do email dele.

Ela deve possuir layout claro e sem distrações e pode até estar na sua home page.

Enfim, esta é uma ótima maneira de otimizar seu site. Ao utilizar gatilhos mentais e técnicas de SEO, você terá grandes chances de ser notado pelo Google.

 

Email Marketing

Importante estratégia de marketing – inclusive uma das mais antigas – o email marketing é essencial para relacionar-se com seu cliente.

Com ele você tem a chance de avisar sobre novos posts, lançamentos, vídeos ou simplesmente compartilhar conteúdo relevante.

Hoje as pessoas possuem várias formas de se comunicarem e recebem vários emails por dia.

E como você poderá diferenciar o seu? Justamente utilizando os gatilhos mentais no título.

Eles chamam a atenção do cliente, aguçando a curiosidade e gerando uma taxa de abertura mais significativa do que se você não os utilizasse.

Vale lembrar que os gatilhos devem ser usados no corpo do email e não somente no título.

Conteúdo

Este é o primeiro passo para utilizar gatilhos. Aqui você começa a comunicação com seus clientes e constrói a sua autoridade.

O conteúdo está presente no seu site, nos posts do blog, anúncios das redes sociais, enfim, em tudo o que você produz.

Tanto no tráfego pago, quanto no orgânico, os gatilhos asseguram o sucesso do seu material, aumentando os acessos e a permanência das pessoas na página.

Para isso é essencial ter a persona bem definida.

 

Próximo passo

Agora que você já conhece na teoria para que servem os gatilhos mentais, te convido a conhecer alguns deles para deixar suas estratégias digitais mais matadoras!

Clique aqui e acesse o post do seis principais princípios de persuasão de Robert Cialdini.

Comente esse artigo