Copy para Facebook: 8 técnicas de copywriting para aumentar suas vendas

Estas 8 técnicas simples de Copy para Facebook irão ajudar você a conseguir mais comentários, compartilhamentos e engajamento dos usuários nos seus posts de Facebook.

Afinal, quem não quer vender mais através das Redes Sociais?

Você sabia?

No mundo, os usuários ativos do Facebook somam incríveis 2 bilhões de pessoas. Só no Brasil, somos 117 milhões de usuários (dados de 2017).

Estes dados mostram o quanto esta ferramenta é poderosa para divulgar o seu negócio, não importa o tamanho dele.

Caso você ainda não tenha sua Fanpage, corra para fazer a sua depois de ler esse post clicando aqui:

Ah, você não sabe o que é isso?

Calma que eu te explico: Fanpage é aquela página direcionada às empresas ou qualquer organização que deseja interagir com os clientes, nas quais damos “like”.

A maior parte das empresas possui um perfil no Facebook hoje em dia. Seja ela pequena, grande, tendo colaboradores ou não. A presença digital é essencial para que você seja lembrado pelo seu cliente.

E as fanpages que possuem muitos likes e pouco engajamento?

Essas requerem atenção redobrada, pois algo na sua estratégia está errado.

Neste post você vai aprender alguns truques simples usados por marcas famosas para conseguir vários fãs, além de excelente engajamento.

 

Então vamos ao que interessa: 8 dicas simples de Copywriting para Facebook

 

1. Escreva seus textos de forma curta e chamativa

As pessoas tendem a se lembrar de títulos e slogans curtos por mais tempo.

Você se lembra do “Amo Muito Tudo Isso” do McDonald’s ou “Just do it” da Nike? Estes são alguns exemplos.

Há um tempo atrás a Red Bull promoveu uma campanha sobre estilo de vida. E, acredite se quiser, nela não havia nenhuma lata de Red Bull. A campanha foi montada promovendo esportes e atletas que possuíam o que eles chamaram de “estilo de vida aventureiro”.

Com Copywriting curto e objetivo, os anúncios apresentavam o máximo de 6 palavras.

O anúncio acima diz no título: “descendo e se sujando” (tradução livre). Uma frase que chama a atenção e gera a curiosidade do usuário. O vídeo apresenta pessoas descendo de skate e caindo na água ao final, daí o título que, no idioma original, traz duplo sentido.

Este tipo de título com duplo sentido engaja a audiência, aumenta a visibilidade da marca e te ajuda a construir uma imagem forte e a vender mais.

Se você está em dúvida sobre o que escrever, lembre-se: tenha a persona em mente em primeiro lugar. A sua copy deve sempre fazer com que ela fuja da dor ou busque o prazer.

 

2. Escreva gerando curiosidade

Este é um método de escrita que gera um “gap” de curiosidade entre os leitores: de um lado você tem o que você sabe, e do outro, o que você quer saber.

Quando você se dá conta deste “gap” no seu conhecimento, é gerado um sentimento que te faz buscar inconscientemente a informação. O que passa a ser importante é acabar de vez com a sensação de “falta de conhecimento”.

Veja alguns exemplos 

BuzzFeed

Todo o material publicitário do Buzzfeed é baseado no gatilho da curiosidade. E eles alcançaram grande sucesso.

Neste exemplo temos o título: “Você consegue adivinhar em quanto tempo ele vai conseguir estourar este balão cheio de talco”? (tradução livre)

Curioso e levemente aterrorizante, não acha?

No Brasil, o BuzzFeed também faz muito sucesso com suas postagens divertidas.

E o tom divertido adotado pela empresa embala uma legião de fãs apaixonados pelas postagens associadas à marca.

 

3. Uso de hashtags

As hashtags são parte fundamental das campanhas de marketing digital. Em praticamente todos os canais de Mídias Sociais, a hashtag se torna um poderoso link.

Existem quatro boas razões para você incluí-las em suas campanhas:

3.1 Relevância da marca:

Você pode linkar sua marca a eventos e aumentar a visibilidade.

A Skol foi patrocinadora do Carnaval 2018 e propôs atrações inéditas para os foliões. Em Belo horizonte, por exemplo, ela criou uma queda d’agua e a chamou de #Skolcachu. Nem precisa dizer o quanto viralizou!

copy para facebook

3.2 Busca fácil:

Sua empresa ou marca se torna mais fácil de ser encontrada na web. Basta digitar a hashtag na mídia que imagens relacionadas aparecerão e certamente um dos posts da sua empresa também. As chances de ganhar um like e novos seguidores aumenta bastante.

3.3 Vai direto ao ponto:

Seu post se torna mais amigável nas redes e te permite dizer algo importante utilizando poucas palavras. Ao invés de dizer “Beba Coca-Cola” eles apenas dizem #sintaosabor

Simples, rápido e significativo.

3.4 Facilita a avaliação de métricas:

Quando se usa hashtags relacionadas à marca, fica mais fácil também encontrar os termos mais usados junto a ela e a eficácia de cada um.

 

4. Conte boas histórias

Todos gostam de ouvir boas histórias e se sentirem envolvidos por elas. As grandes marcas sabem disso e vem contando boas histórias há décadas.

Uma empresa que já realizou campanhas em diferentes países, sempre contando histórias cativantes, é a Johnnie Walker.

E não para por aí.

A marca de uísque já contou a própria história num vídeo sensacional, e também já criou outras histórias brilhantes que encantaram e engajaram o público ao redor do mundo todo.

Veja abaixo o vídeo da história da empresa: “O homem que andou ao redor do mundo”. (O desfecho é surpreendente!)

Ainda tem mais.

No Brasil eles lançaram uma campanha na qual um dos pontos turísticos do Rio de Janeiro era parte de um enorme “homem de pedra”, que de “desprendia” do solo e saia caminhando.

No fim, a emblemática mensagem “O gigante não está mais adormecido – Keep Walking Brazil”. A repercussão foi muito positiva para a visibilidade da marca e para as vendas.

5. Utilize palavras persuasivas

A escrita persuasiva leva o leitor a compreender que a sua opinião é relevante e deve ser levada em consideração.

Um case interessante é o caso da Nike.

Você se lembra das acusações de trabalho escravo contra a empresa?

Pois ela conseguiu reverter a imagem negativa que foi criada através de uma campanha que mostrava:

  • iniciativas de pesquisas de novos produtos;
  • a ciência por trás deles;  
  • encorajamento a iniciativas de caridade ao redor do mundo.

Tudo isso em uma campanha de Facebook.

Para o sucesso dessa campanha, a linguagem correta e os Gatilhos Mentais foram essenciais.

A Nike conseguiu reerguer sua autoridade no ramo esportivo e segue como uma das empresas líder de mercado.

 

6. Utilize humor na medida certa

Cliente sorriu, carteira abriu!

Leonardo Passos

 

A rede de fast-food Taco Bell teve uma ideia inusitada para promover seu novo aplicativo de entrega nos EUA.

Eles deixaram a Fanpage do Facebook sem imagem principal, ou imagem de fundo – trocaram por fundos completamente pretos – durante 24 horas e isso chamou a atenção dos usuários.

Além disso eles iniciaram uma petição divertida para incluir um emoji de taco nos teclados dos smartphones.

Este é o tipo de campanha que cria um enorme engajamento dos fãs!

Através de uma abordagem leve as vendas disparam e a experiência do usuário digital se torna memorável.

 

7. Escrever de forma contrária ou polêmica

Isso envolve ir contra uma opinião generalizada a respeito de algo. Não é tão simples de ser arquitetada, mas chama muita atenção quando bem feita. Pode até se tornar uma grande vantagem competitiva no seu mercado, em relação aos seus concorrentes.

No Brasil a Dove foi a primeira empresa a criar uma campanha com “mulheres reais”. Nenhuma modelo, apenas mulheres de diferentes tipos físicos.

A empresa foi contra os padrões de beleza já estabelecidos há tantos anos e impactou o mercado de maneira extremamente positiva. 

O anúncio diz: “Sistema Firmador Dove: Testado em curvas de verdade.” 

Hoje diversas empresas utilizam a mesma jogada para anunciar seus produtos.

 

8. Quando imagens falam mais que palavras

Algumas vezes você não precisa de palavras. As imagens trabalham melhor na comunicação com o cliente.

Algumas campanhas da Nutella foram feitas nos EUA utilizando este princípio.

Aqui a sugestão é não deixar faltar Nutella no Dia dos Pais

A imagem diz “o café da manhã está chegando”. Para os amantes do creme de avelã, nada melhor que imaginar um pote de Nutella caindo diretamente na sua mesa!

Afinal, o que dizer a respeito do produto? Mostrá-lo sendo usado de diferentes maneiras pode ser mais vantajoso.

Dica de ouro: você não precisa usar imagens diretamente relacionadas ao seu produto. Certifique-se de que elas sejam bonitas e possuam uma boa definição para chamarem a atenção do seu público.

 

9. Dica Bônus! Como encurtar seus links

Outro segredo de Copywriting também é entregar mais do que prometeu! 

Sua copy para Facebook agora ficará imbatível.

Usuários compartilham links pela internet o tempo todo. Você já parou para olhar alguns deles? São enormes, cheios de números, as vezes letras, além de símbolos sem sentido.

Um serviço que eu utilizo e recomendo fortemente é o bit.ly , um serviço de encurtamento de links.

Se você tem pouco espaço para escrever (twitter, por exemplo), ou gostaria de ter um link mais amigável, que se relaciona com o tema do seu trabalho, esta é uma das melhores opções pra você.

Outra uma vantagem do bit.ly é poder personalizá-lo. Logo isso também fará parte da sua mensagem.

Veja como é simples.

Imagine que você tenha uma loja de eletrônicos e você deseja levar o cliente para uma página específica do site através do seu link.

O link original seria esse:

www.lojadeeletronicos.com.br/loja/smartphone-iphone-6s

Um pouco longo, não é?

Utilizado o bit.ly ele poderia se tornar, por exemplo:

bit.ly/iphone6s

Não fica muito mais amigável?

Ele é super simples de usar, além de ser rastreável, permitindo encontrar a fonte do seu tráfego.

Aí vai o link para o site: https://bitly.com/

Como posso aplicar tudo isso no meu negócio?

Todas as marcas acima utilizam Copywriting aliada a boas técnicas de divulgação de marketing.

A chave aqui é entender sua audiência, ou a Persona do seu produto e chegar até eles de uma forma simples e memorável.

Se você ainda não possui uma Fanpage com um número significativo de seguidores, comece testando o poder do Copywriting com anúncios e faça pequenos testes semanais.

E não é só isso.

Verdade seja dita: quando pagamos por algo, damos valor e prestamos mais atenção no que fazemos. Então faça alguns anúncios para testar a aceitação e visibilidade da sua marca. Sugiro que você comece gastando ao menos 5 reais por semana, em cada um deles.

Aproveite as dicas apresentadas neste post, deixe suas dúvidas nos comentários ou, se quiser um acompanhamento de perto, com diversas dicas práticas de Copywriting para seu negócio, participe da nossa comunidade no WhatsApp.

Clique neste link para participar. http://bit.ly/wgCopyBlog

 

Comente esse artigo